Notícias

Informativos e Novidades sobre o Turismo em Olímpia-SP.

  • Postado em: 19/03/2018

Olímpia se mantém entre as 10 melhores cidades do país para se viver após 60 anos

A Estância Turística de Olímpia continua sendo considerada uma das 10 melhores cidades do Brasil para se viver entre os 60 e 75 anos de idade. A classificação, que traz o município na 9ª colocação entre as cidades com até 100 mil habitantes, foi divulgada nesta segunda-feira, 19.

Os dados são do Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (IDL), obtidos por meio de uma pesquisa realizada pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon em parceria com a FGV, que aponta as condições detalhadas de 498 cidades brasileiras.

Segundo o levantamento, Olímpia manteve o mesmo desempenho positivo do relatório do ano passado, atingindo a nona colocação com nota 91.72. No que se refere aos idosos com mais de 75 anos, a Estância também ficou na 13ª colocação, com nota 87.62 e, na classificação geral, a cidade é a 15ª melhor do país.

A pesquisa destaca Olímpia como relevante polo turístico do Estado de São Paulo e referência por promover o Festival do Folclore, “a mais importante mostra de manifestação folclórica do país”, ressalta o IDL.

O índice tem o intuito de identificar ambientes com mais qualidade de vida para os idosos, colaborando ainda com os gestores públicos e empresas no que diz respeito a direcionar investimentos que proporcionem melhores condições de vida e saúde, tendo em vista o crescimento da expectativa de vida e a maior participação ativa da terceira idade.

Especificamente sobre a cidade, o levantamento aponta que as questões de educação e trabalho propiciam o desempenho positivo de Olímpia, como a baixa distorção idade-série nas escolas. Segurança e social também colaboraram com a classificação com destaque para o baixo índice de homicídios por arma de fogo e menor frequência de alcoolismo.

“Este índice nos traz um detalhamento da cidade com apontamentos e propostas do que pode ser trabalhado no presente, pensando no futuro. É uma base para que nós desenvolvamos políticas públicas voltadas para este público cada vez mais ativo, garantindo mais qualidade de vida para toda a população. Recebemos a notícia de estar entre os 10 melhores com otimismo, mas também com o comprometimento de que o trabalho deve continuar para garantir saúde e bem-estar”, analisa o prefeito Fernando Cunha.

O relatório completa está disponível no site do Instituto: https://idl.institutomongeralaegon.org/

Veja Também